| feminicídios | mulheres | Notícias | Violência

Uma emenda da deputada estadual Luciana Genro (PSOL) ao orçamento deste ano deve ser executada pelo governo estadual, garantindo abrigo a mulheres vítimas de violência doméstica.

Ações e propostas da deputada estadual Luciana Genro (PSOL) sobre a crise do coronavírus

Os R$ 250 mil repassados pela parlamentar serão utilizados pela Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos para compra de vagas em instituições que possam acolher as vítimas e seus filhos. A iniciativa já foi formalizada pelo Departamento Estadual de Políticas para as Mulheres e aguarda apenas aprovação pela Casa Civil.

Deputada Luciana Genro tem reunião com equipe do Departamento de Políticas para Mulheres

O projeto para execução da emenda foi proposto pelo gabinete de Luciana e construído pelo Departamento, vinculado à Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos. A deputada se reuniu com as responsáveis pelo departamento e pelo centro na segunda-feira, dia 12 de maio.

Deputada Luciana Genro sugere medidas ao governo do RS para o combate à violência contra as mulheres

“A violência doméstica aumentou muito com o isolamento social, pois as mulheres que antes já eram agredidas passaram a viver confinadas em casa com seus agressores. E a falta de vagas na rede de acolhimento, que já era um problema, se tornou ainda mais grave. Por isso propus essa emenda e dialoguei com o governo para que ela seja executada”, disse Luciana Genro.

A emenda viabilizará a criação do projeto “Acolhendo Vidas”, que possibilitará a compra de vagas em locais que possam abrigar vítimas de violência doméstica no Rio Grande do Sul. A compra se dará via edital e priorizará os municípios que não possuem casas-abrigo para mulheres vítimas de violência. Atualmente, o Estado conta com apenas 14 casas-abrigo.

PROTEÇÃO CONTRA A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NA QUARENTENA😥Os feminicídios tiveram aumento de 71,4% no Rio Grande do Sul…

Posted by Luciana Genro on Friday, May 15, 2020