Luciana Genro

Reforma da Previdência de Bolsonaro é pior do que a de Temer

21 de janeiro de 2019 10h24

A reforma da Previdência de Bolsonaro vai piorar ainda mais o que Temer começou. Apesar de determinar que a idade mínima para a aposentadoria seja de 62 anos – três a menos do que a proposta de Temer -, a mudança começaria a valer um ano após a promulgação da reforma. Outra mudança é regra de transição, que cairia dos 21 anos previstos por Temer para 10 a 12 anos. Nesse período, a faixa etária para aposentadoria subiria gradualmente até alcançar os 65 anos para os homens

Na proposta antiga, o aumento da idade mínima começaria apenas em 2029 para funcionários públicos e em 2039 para os do setor privado.