Luciana Genro

PSOL fortalece militância e construção de uma alternativa em Crissiumal

31 de agosto de 2018 15h51

Luciana Genro e Celso Dalberto estiveram em Crissiumal em encontro com militantes na cidade | Foto: Juliana Almeida

Localizado a quase 500 quilômetros de Porto Alegre, o município de Crissiumal recebeu nesta quarta-feira (29/08) a visita da advogada Luciana Genro, candidata a deputada estadual, e do professor Celso Dalberto, liderança do PSOL em Passo Fundo e candidato a deputado federal.

Convidada por Carlos Kreff, dirigente do PSOL na cidade, Luciana esteve pela primeira vez em Crissiumal. “Recebi um convite dos militantes que formam o partido no município. Estou me propondo, como deputada estadual, a ser uma porta voz das demandas do povo de Crissiumal na Assembleia, assim como o Celso, que já esteve por cinco vezes na cidade e será um representante de sua população na Câmara”, disse Luciana. A visita de Luciana Genro e Celso Dalberto serviu para fortalecer a organização do PSOL em Crissiumal, na busca por construir uma articulação política para a região e para fortalecer o PSOL nas próximas eleições municipais. 

Com mais de 300 demissões na fábrica de calçados Malu e com famílias vivendo em situações precárias há mais de 30 anos no galpão da Vila Paraíso, Crissiumal precisa de um partido como o PSOL, que pode oferecer apoio e parceria à luta dos moradores e do povo e ainda fazer frente à candidaturas com acordo único entre a direita, que hoje só servem para deixar a população sem uma alternativa real de voto e de mudança do viciado sistema político. 

– O povo está enojado e com razão da política. Todos os dias vemos uma nova denúncia de corrupção. Todos os dias vemos notícias de gente morrendo em filas de hospitais e assaltos porque não há dinheiro pra saúde e segurança, desviados pela roubalheira que se instalou no país. É inadmissível pensar que seis famílias concentrem a mesma renda que 100 milhões de pessoas. Falta, no Brasil, a distribuição de riqueza e a mudança nesse sistema podre que se tornou a política – destacou Luciana.

Celso relembrou as lutas do PSOL a favor dos trabalhadores e dos servidores públicos e contra a reforma da previdência, iniciada no governo Lula e instalada por Temer para acabar com os direitos trabalhistas. e que só prejudica empre a favor dos trabalhadores.

– Essa reforma só prejudica os mais pobres, quem vai precisar trabalhar muito mais tempo para conseguir se aposentar. Eu sou professor e estou há quatro anos sem receber aumento salarial e agora ainda com salários parcelados pelo Sartori. Não há como melhorar a situação tirando direitos dos trabalhadores e, no Estado, sem auditar a dívida com a união e sem suspender a Lei Kandir, que só beneficia os grandes exportadores da agricultura. 

Em Crissiumal, Luciana e Celso concederam entrevista à Rádio Comunitária 104 FM e ao site Guia Crissiumal.

Veja abaixo mais fotos da visita a Crissiumal em nosso álbum no Flickr:
Visita a Crissiumal