Luciana Genro

Todo apoio à professora Debora Diniz

13 de julho de 2018 16h38

O Partido Socialismo e Liberdade manifesta sua total solidariedade à professora Debora Diniz, que vem sofrendo graves e covardes ameaças nos últimos meses por conta de sua luta em defesa da vida e da liberdade das mulheres.

Debora Diniz é antropóloga, professora da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília, pesquisadora da Anis – Instituto de Bioética, uma importante defensora de Direitos Humanos e lutadora por um mundo mais igualitário. Recentemente, a pesquisadora se viu obrigada a registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia da Mulher por conta dos milhares de ataques e ameaças virtuais e telefônicas que tem sofrido.

 

O PSOL e a Anis protocolaram, em 2017, uma ADPF (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental) no STF, que argumenta sobre a institucionalidade da criminalização do aborto no Brasil. A Ação é uma importante via para salvaguardar a vida e a liberdade de tantas mulheres que hoje são impedidas de decidir sobre sua reprodução.

Nosso partido se coloca, mais uma vez, ao lado de Debora Diniz, deixando à disposição todas as ferramentas que estiverem ao nosso alcance para protegê-la e fortalecê-la. Também exigimos, das autoridades judiciais e policiais, a identificação dos agressores e a aplicação das medidas cabíveis, bem como a proteção de Débora Diniz e a garantia da livre produção da Ciência.

Não permitiremos que o ódio vença mais uma vez e que a voz de mais uma mulher seja calada.

Partido Socialismo e Liberdade

08 de julho de 2018