Luciana Genro

“Seguimos fortes, vamos para o segundo turno e lá a disputa é de igual para igual”, diz Luciana sobre as últimas pesquisas

09 de setembro de 2016 20h59
Caminhada das mulheres com Luciana Genro percorreu o Centro de Porto Alegre nesta sexta-feira (09/09 | Foto: Alvaro Andrade/PSOL

Caminhada das mulheres com Luciana Genro percorreu o Centro de Porto Alegre nesta sexta-feira (09/09 | Foto: Alvaro Andrade/PSOL

Por Luciana Genro

Recebo a pesquisa do IBOPE com a mesma alegria que recebi a pesquisa da Methodus. Ambas me colocam disputando a ida para o segundo turno. A da Methodus mostra que estou em vantagem sobre todos, mas com percentuais próximos. A do IBOPE tem uma variação de números que indicaria uma queda nas minhas intenções de voto. Sinceramente eu não sinto isso nas ruas, mas não duvido que isto possa ter acontecido. Afinal, o bombardeio de propaganda dos meus adversários diante das minhas raras e breves aparições só pode fazê-los crescer.

Tem uma movimentação de indecisos que apenas começou e reflete a força da televisão. Espero ainda pelos debates, pois ali a disputa é de igual para igual. O jogo está em pleno andamento e o meu nome, mesmo diante destas desigualdades gritantes, está muito forte. Sigo confiante de que podemos ir para o segundo turno e daí sim disputar de igual para igual. Não é à toa que o Melo tem dito em seu programa de TV que é “o único que pode vencer Luciana”. Quero aproveitar para dizer que isso não é verdade. No segundo turno, eu é que posso derrotar o Melo e o continuísmo!

Vamos ocupar as ruas com bandeiras, colocar nossos adesivos no peito e mostrar a nossa força, que é real. Vamos lutar como sempre, com a energia do povo mais consciente nos empurrando. Com esta energia vamos vencer!