Luciana Genro

“O jogo está em pleno andamento e nós estamos fortes”, diz Luciana Genro em plenária de mobilização

10 de setembro de 2016 20h11
Foto: Fernanda Piccolo/PSOL

Centenas de pessoas participaram de plenária de mobilização da coligação “É a vez da mudança” na tarde deste sábado (10/09) | Foto: Fernanda Piccolo/PSOL

Centenas de pessoas participaram, na noite deste sábado (10/09), de uma plenária de mobilização da coligação “É a vez da mudança”, no comitê do PSOL, na Avenida João Pessoa, 973. O ato contou com a participação da candidata a prefeita Luciana Genro, do vice Pedro Ruas, do presidente municipal do PSOL, Roberto Robaina e do presidente estadual do partido, Israel Dutra. Ainda estiveram presentes os vereadores Fernanda Melchionna e Prof. Alex Fraga, além de diversos candidatos à Câmara Municipal e dirigentes do PSOL, do PPL e do PCB.

O clima geral manifestado pela militância é de animação e disposição de luta para garantir a vitória de Luciana Genro na prefeitura. Roberto Robaina frisou que o PMDB não deseja um segundo turno contra o PSOL, pois sabe que seria derrotado. “Temos que mostrar à população que somos a única candidatura capaz de derrotar o PMDB do Temer, do Sartori e do Melo. Se agora, em condições absolutamente desiguais de tempo de televisão, estamos disputando a primeira colocação nas pesquisas, no segundo turno, com tempo igual, temos todas as condições de vencer”, disse.

Para Israel Dutra, a campanha “começa a se afunilar”, e cresce a importância das candidaturas a vereador no processo de convencimento da população. Ele reforçou que a palavra chave para resumir a ação militante neste momento é “tenacidade”, cobrando empenho de todos os presentes para que estejam em permanente diálogo com o povo nas ruas.

O candidato a vice-prefeito Pedro Ruas pontuou a necessidade de se reforçar o alinhamento entre os governos do PMDB na cidade. “Nossa tarefa é dizer que Melo é o Sartori e é o Temer. Não tempos tempo para dizer isso na televisão, mas estamos as ruas. Não existe inimigo poderoso demais para nós”, comentou.

Em seu pronunciamento, Luciana Genro alertou a militância para a campanha de calúnias e boatos que começa a ser feita pelos adversários. “Temos uma possibilidade concreta de governar e eles estão apavorados, essa é a realidade. Estão utilizando todas as armas que têm para tentar evitar que a gente vá para o segundo turno”, comentou.

Para a candidata, é preciso trabalhar muito até o dia 2 de outubro e intensificar a militância cotidiana, em diálogo permanente com quem está desencantado com a política. “Vejo, por onde a gente passa, que há um desgaste enorme da política e dos políticos. As pessoas estão indignadas com a política, muita gente acha que todos são iguais. Temos que dialogar com essas pessoas, mostrando que existe um partido que não está no meio da roubalheira, que existe uma chapa que não está nos esquemas”, conclamou.

Luciana finalizou sua fala ressaltando a possibilidade real de vitória da coligação “É a vez da mudança”, mesmo com todas as adversidades enfrentadas pela desigualdade no tempo de televisão. “Nós saímos na frente, não podemos perder o gás. O jogo está em pleno andamento e nós estamos fortes, isso é o que dizem todas as pesquisas”, concluiu.