Luciana Genro

Pedro Ruas é oficializado como vice de Luciana Genro em Porto Alegre

05 de agosto de 2016 20h49
Convenção do PSOL oficializou o nome de Pedro Ruas como vice de Luciana Genro | Foto: Adria Meira

Convenção do PSOL oficializou o nome de Pedro Ruas como vice de Luciana Genro | Foto: Adria Meira

O segundo momento da Convenção do PSOL oficializou na noite desta sexta-feira (05/08) o nome do deputado estadual Pedro Ruas como vice de Luciana Genro na disputa pela prefeitura de Porto Alegre. O evento, comandado por Roberto Robaina, presidente do PSOL na cidade e pré-candidato a vereador, ocorreu na sede do partido, na Avenida João Pessoa, 973, e homologou também a coligação “É a Vez da Mudança”, com PSOL, PPL e PCB. Os três partidos também disputarão juntos a eleição proporcional, com 51 candidatos à Câmara de Vereadores – 47 do PSOL, 3 do PPL e uma do PCB.

“Vamos mostrar que é possível governar de outra forma, de mãos limpas e sem fazer loteamento partidário das secretarias. É uma honra muito grande ter alguém como o Pedro Ruas, com experiência e conhecimento da cidade, ao meu lado nesta caminhada”, disse Luciana Genro.

Já o deputado Pedro Ruas afirmou que “o PSOL está diante de uma oportunidade única, com chances reais de vencer e inaugurar um novo momento na política brasileira, tendo Porto Alegre como paradigma”.

A primeira etapa da convenção do PSOL ocorreu no dia 24 de julho e lançou o nome de Luciana Genro à prefeitura, apresentou os pré-candidatos a vereadores e o programa de governo. Agora, a segunda etapa formalizou a aliança, o vice, os nomes à Câmara Municipal e votou o programa de governo.

O programa foi elaborado com a participação da sociedade através da plataforma de internet Compartilhe a Mudança, que foi lançada em março deste ano e recebeu mais de 300 propostas dos cidadãos. O PSOL também realizou dezenas de encontros presenciais com categorias de trabalhadores, especialistas e usuários dos serviços públicos para debater áreas específicas, como saúde, segurança e direitos LGBTs e de mulheres, e problemas regionais das comunidades.