Luciana Genro

Emancipa Mulher promove aula aberta de assédio e machismo para homens

28 de março de 2019 09h42
Evento da Emancipa Mulher aconteceu no Teatro de Arena, em Porto Alegre | Foto: Juliana Almeida

A Emancipa Mulher, escola feminista e antirracista, promoveu uma aula aberta para homens sobre assédio e machismo na noite de quarta-feira (27/03) no Teatro de Arena, em Porto Alegre. A deputada estadual Luciana Genro, do PSOL e idealizadora da Emancipa, abriu o evento lendo um trecho do livro “O feminismo é para todo mundo”, da ativista Bell Hooks, sobre a definição de mulheres feministas no senso comum.

A aula foi ministrada pela coordenadora da Emancipa Mulher, Joanna Burigo, e pela professora do Emancipa Cursinho, Nina Becker. A inspiração para o curso surgiu de uma necessidade de discutir o machismo e o assédio dentro do movimento sindical. Para a aula de quarta, Joanna e Nina fizeram uma adaptação para jovens e também para os alunos do Emancipa Cursinho pré-universitário, da ONG Emancipa de Educação Popular.

“Além de punir, a gente precisa educar. Precisamos ajudar os homens a compreender o que é uma atitude machista, o que é o assédio. Onde termina a paquera e começa o assédio”, destacou a deputada Luciana Genro.

Joanna Burigo e Nina Becker foram as palestrantes da aula | Foto: Juliana Almeida

Joanna e Nina abordaram os conceitos de machismo, mansplaining – quando um homem explica novamente o que uma mulher já explicou – , mansinterrupting – quando um homem interrompe a fala de uma mulher – e as tipificações de assédio, assédio moral – normalmente baseado em uma relação de poder – e assédio sexual.

“Um abuso, por exemplo, pode ser classificado como qualquer insistência, hostilidade, toque, palavra, gestos e mensagens praticadas individualmente ou em grupo. Legalmente, no sentido jurídico, assédio é qualquer ato que provoca constrangimento. E acredito que essas situações causem mais do que constrangimento, nós mulheres nos sentimos violentadas”, explicou Joanna.

A Emancipa Mulher é uma escola de formação feminista e antirracista e oferece gratuitamente, há dois anos, o curso Laudelina de Campos Mello, que aborda o histórico dos movimentos de mulheres e da luta do povo negro na sociedade. Em 2018 promoveu o evento “Feminismo em debate” no interior do RS. A partir de abril, a Emancipa vai promover aulas de defesa pessoal para mulheres.

Atividade lotou o Teatro de Arena | Foto: Juliana Almeida