Luciana Genro

Um Brasil cada vez mais desigual

06 de dezembro de 2018 17h34

Por Luciana Genro

Um Brasil cada vez mais desigual. Este é o resumo da mais recente pesquisa sobre a renda da população divulgada pelo IBGE. Entre 2016 e 2017, mais dois milhões de pessoas ingressaram na linha da pobreza no país. São considerados pobres, de acordo com o Banco Mundial, aqueles que vivem com renda mensal inferior a R$ 406. As mulheres negras são as mais afetadas pela pobreza. Cerca de 35% delas estão em situação de pobreza, enquanto entre os homens brancos este percentual cai para 16,7%.

Além disso, outros dados tornam a situação ainda mais dramática. Duas em cada dez famílias brasileiras têm mais da metade de sua renda mensal comprometida com pagamento de dívidas. E de 2014 a 2017 foram 6,2 milhões de pessoas a mais em situação de desemprego.

A desigualdade é um problema central no Brasil. Para que muitos tenham pouco, é necessário que poucos tenham muito. Não é preciso ser de esquerda para perceber isso. É preciso ser humano!

Mais informações nesta reportagem do Nexo: https://goo.gl/CuypGz