Luciana Genro

Luciana fala sobre gestão pública e políticas para mulheres no Jornal do Almoço

21 de setembro de 2016 21h30
Luciana demonstrou preparo e conhecimento sobre a cidade | Foto: Alvaro Andrade/PSOL

Luciana demonstrou preparo e conhecimento sobre a cidade | Foto: Reprodução/RBSTV

Por 10 minutos, a candidata Luciana Genro pôde apresentar as propostas para governar Porto Alegre em entrevista aos jornalistas Cristina Ranzolin e Túlio Milman no Jornal do Almoço desta quarta-feira (21/09). Ela detalhou o plano de governo da coligação “É a vez da mudança” (PSOL, PPL, PCB) para áreas como segurança pública, transporte, saúde e finanças públicas.


Assista aqui à entrevista na íntegra

Luciana afirmou que não é necessário aumento de impostos para realizar os investimentos em áreas essenciais, já que a prefeitura teve crescimento de 14% na arrecadação neste ano e ainda tem cerca de R$ 400 milhões a receber em empréstimos. “Há recursos para fazer mais”, afirmou. A candidata ainda garantiu que priorizará a montagem de um governo com a inteligência da cidade e com técnicos de carreira, sem loteamento partidário. “Temos um programa de governo consistente. E com estas propostas que vamos dialogar com a Câmara”.

Única candidata na disputa pela prefeitura, Luciana ainda afirmou que Porto Alegre precisa dedicar mais atenção às mulheres, com políticas públicas específicas como qualificação profissional e centros de referência para atendimento, especialmente nas áreas mais carentes. Quanto ao transporte público, lembrou da luta do PSOL contra a licitação realizada pela atual gestão e prometeu aumentar a fiscalização sobre as empresas, para que o serviço seja prestado com qualidade. Ao fim, ponderou que tem experiência para fazer um governo diferenciado na capital gaúcha. “Tenho experiência como parlamentar, politica e militante e agora que me colocar a serviço de Porto Alegre para mostrar que é possível fazer o que sempre defendi ao longo de minha vida pública”.