Luciana Genro

PUCRS apresenta demandas para o desenvolvimento de Porto Alegre

24 de agosto de 2016 16h35
Foto: Samir Oliveira/PSOL

Reitor da PUCRS, Joaquim Clotet, se reuniu com Luciana Genro e Roberto Robaina nesta quarta-feira (24/08). | Foto: Samir Oliveira/PSOL

A reitoria da PUCRS apresentou uma série de propostas para o desenvolvimento de Porto Alegre em uma reunião-almoço na tarde desta quarta-feira (24/08) com a candidata a prefeita Luciana Genro, que representa a coligação “É a vez da mudança” (PSOL, PPL, PCB). Também participou do encontro o presidente municipal do PSOL e candidato a vereador, Roberto Robaina, além de demais integrantes da administração da universidade. A PUCRS tem se reunido com todos os candidatos à prefeitura municipal.

Durante o almoço, o reitor Joaquim Clotet explicou que a PUCRS trabalha pelo desenvolvimento de Porto Alegre, com projetos sociais vinculados aos irmãos maristas e uma aposta muito grande em tecnologia e inovação. “Geramos mais de 6 mil empregos no TECNOPUC”, disse, em referência ao parque tecnológico da universidade, que conta com mais de 120 empresas instaladas.

A administração da PUCRS também demandou uma maior agilidade da prefeitura no licenciamento de obras, cobrando uma tramitação menos burocrática e mais rápida dos processos. Luciana Genro citou sua proposta de criação de uma agência municipal de fiscalização, que reúna todos os fiscais da prefeitura. “Conversei com um grupo de fiscais da prefeitura, eles me relataram que para a liberação de um restaurante, por exemplo, é preciso a visita de onze fiscais diferentes. Há muita sobreposição e burocracia. Nós queremos centralizar toda fiscalização em uma agência, para que o empreendedor não precise ir em várias secretarias entregar documentos, recebendo orientações conflitantes”, disse.

Ao longo da reunião, Luciana e Roberto Robaina também falaram sobre outras propostas, como o combate à corrupção, o corte de 70% dos CCs, os projetos para a saúde e segurança. Uma das ideias de Luciana é criar um comitê cidadão com especialistas independentes para acompanhar de perto os contatos e projetos da prefeitura. “Inclusive já convido a PUCRS para fazer parte deste conselho”, reforçou.

Luciana também explicou que deseja governar com a inteligência da cidade, sem as máquinas partidárias, que fazem loteamento de cargos na prefeitura em enormes alianças para chegar ao poder. Por isso, reiterou o convite para que a PUCRS contribua com propostas e com sua experiência em tecnologia e inovação.

Ao final, Luciana e Roberto entregaram uma cópia do programa de governo ao reitor, com mais de 300 propostas, construído de forma colaborativa em um processo virtual e presencial de reuniões e debates ao longo deste ano. “Queremos muito que vocês contribuam com o governo, porque vocês têm capacidade para isso”, disse o presidente do PSOL. Joaquim Clotet reiterou que “o compromisso da PUCRS é com o desenvolvimento da cidade”.