Luciana Genro

Eles não vão nos sufocar

14 de dezembro de 2014 15h13

Por Luciana Genro

Neste sábado, dezenas de milhares marcharam nas principais cidades dos EUA para protestar contra o racismo e os assassinatos de Michael Brown em Ferguson e Eric Garner em Nova York. As estimativas dão conta de 50.000 manifestantes em Nova York e ao menos outra dezena em Boston. Michael foi baleado enquanto levantava as mãos e se rendia perante uma patrulha policial, Eric foi estrangulado por policiais enquanto suplicava por não conseguir respirar.

“Eu não consigo respirar”. Estas foram as últimas palavras de Eric, retratam o desespero de seus últimos instantes e são uma metáfora da situação do povo ao redor do globo. Os jovens de Hong Kong não conseguem respirar com a democracia sendo estrangulada pela ditadura de Pequim. Os europeus não conseguem respirar com a economia sendo estrangulada pela Troika (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional). No Brasil não conseguimos respirar, sufocados por um punhado de partidos burgueses corruptos e uma elite econômica degenerada e inescrupulosa.

A boa nova vem dos ativistas que se levantam contra o racismo nos EUA e dos nossos companheiros do Syriza grego e do Podemos espanhol que desafiam o consenso econômico que vem espoliando o povo na Europa. Eles não podem e não vão seguir nos sufocando como antes.