Luciana Genro

O legado de Plínio de Arruda Sampaio

12 de dezembro de 2013 10h03

Ontem recebei um telefonema do Plínio de Arruda Sampaio. Falando com ele me lembrei das suas considerações finais no debate da Globo em 2010. Plínio disse que ali terminava uma batalha, pois a guerra para derrubar o muro que nos separa das nossas aspirações e direitos continua. Ele disse também que o que mais o alegrou na campanha foi o apoio da juventude, que captou a sua mensagem pois pensa no futuro, e ele falou para o futuro. Plínio exortou os jovens a acreditar que o impossível se torna possível se tivermos coragem, tenacidade e força. Ele terminou dizendo que tudo o que passou na vida valeu a pena se a juventude levar adiante o seu projeto. Tenho certeza que ele esta convicto de que valeu a pena pois as jornadas de junho mostraram que a juventude acredita sim que é possível aquilo que querem nos convencer de que não é. O projeto que Plínio representou em 2010 segue vivo e apoiado por milhares de jovens. Tenho muito orgulho de ter tido o apoio de Plínio à minha pré candidatura pela PSOL. O partido escolheu Randolfe e Plínio me ligou fazendo um pedido para que eu aceite ser vice. Expliquei a ele que estou debatendo esta possibilidade, avaliando qual a melhor maneira de garantir a unidade do partido. E tenho certeza que contarei com Plínio para que o programa a ser defendido em 2014 seja fiel aos acontecimentos de junho e à primavera carioca: nada deve ser impossível de mudar!