Luciana Genro

P-SOL repudia atentado contra sua sede em Porto Alegre e exige investigação

07 de junho de 2012 12h12

P-SOL repudia atentado contra sua sede em Porto Alegre e exige investigação

Na madrugada deste dia 07 de junho a sede do P-SOL, na rua da República, em Porto Alegre, sofreu um atentado. A entrada principal da sede foi forçada, sendo colocada na porta de entrada fogo com gasolina. Foi evitada a invasão porque depois da porta de madeira, a sede do partido é protegida por outra porta de ferro.
Não sabemos quem foram os responsáveis por este crime, mas não nos parece que tenha sido mera ação de vândalos. A sede foi um alvo previamente escolhido já que os criminosos foram com gasolina para o local. Queremos a investigação imediata sobre o que ocorreu. Cobraremos esta investigação do governo estadual.
Somos conscientes de que a luta de nosso partido pela justiça na comissão de verdade, nosso combate à corrupção, nossas denuncias contra o Partido Progressista (PP) como herdeiro da Arena, que foi o partido da ditadura militar, e nosso apoio às lutas sociais incomoda diferentes grupos de direita e de extrema direita que tentam se organizar em nosso estado. Por isso mesmo estamos vigilantes.
De qualquer forma, não nos intimidamos. Seguimos firmes em nossa luta. A luta por justiça, por liberdade, contra a corrupção e em defesa das reivindicações dos trabalhadores e dos jovens ganhará cada vez mais força. Seguiremos nela com nossa bandeira empunhada.