Luciana Genro

Jornal do Comércio, 24 de setembro de 2010

24 de setembro de 2010 10h04

P-Sol retira uma candidatura ao senado em apoio a Paim

Anúncio foi feito por Roberto Robaina e Pedro Ruas, em coletiva nesta quinta-feira.

O Partido Socialista (P-Sol) divulgou, nesta quinta-feira (23), que vai retirar a candidatura de Luiz Carlos Lucas, o Prof. Lucas, ao Senado pelo Rio Grande do Sul e declarar apoio a Paulo Paim (PT), da Unidade Popular pelo Rio Grande. Além de Paim, o ex-governador Germano Rigotto (PMDB) e a jornalista Ana Amélia Lemos (PP) estão na disputa.

Segundo as últimas pesquisas, Ana Amélia assumiu a dianteira na preferência do eleitorado e Paim e Rigotto disputam a segunda vaga.

O P-Sol ainda mantém a disputa com Berna Menezes para o Senado e instrui seus miliantes a darem o segundo voto a Paim. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa, pelo presidente estadual da sigla, Roberto Robaina, e pelo seu candidato ao Piratini, Pedro Ruas.

A decisão foi tomada por ampla maioria da Executiva Estadual. Segundo o Prof. Lucas, a retirada da candidatura foi decidida individual e também coletivamente, amadurecendo com o risco de duas candidaturas da direita.

“Temos uma clareza muito grande em relação ao nosso compromisso com a classe trabalhadora, e apesar das divergências profundas às grandes alianças, das quais o PT participa, há uma questão que extrapola essas divergências, que é o risco de elegermos dois candidatos da direita para o Senado”, disse Pedro Ruas. “Temos divergências, mas reconhecemos o trabalho legislativo admirável do senador Paim, na linha trabalhista e previdenciária”, afirmou.

O senador Paulo Paim compareceu à sede do partido para receber o apoio. “Esta decisão do P-Sol me dá muita confiança de que estamos no caminho certo. Vocês serão fundamentais para a vitória”, afirmou.