Luciana Genro

Zero Hora, 9 de agosto de 2010

09 de agosto de 2010 14h36

PESQUISA IBOPE
Disputa empatada para o Senado
Germano Rigotto (PMDB) e Paulo Paim (PT) têm 39% das intenções de voto, enquanto Ana Amélia Lemos aparece com 38%

Nesta segunda rodada da pesquisa Ibope para o Senado, encomendada pelo Grupo RBS, a disputa está ainda mais acirrada. Paulo Paim (PT) e Germano Rigotto (PMDB) estão empatados com 39% das intenções de votos. Ana Amélia Lemos (PP) alcança 38% e aparece tecnicamente empatada com os dois. Em relação ao levantamento anterior, Paim e Rigotto tiveram uma queda de sete pontos percentuais e a candidata do PP oscilou dois pontos para baixo.

A candidata do PSTU, Vera Guasso, aparece em quarto lugar, com 5%, seguida de José Schneider (PMN), com 3%. Também pontuaram Luiz Carlos Lucas (PSOL) e Roberto Gross (PTC), com 2%, e Abgail Pereira (PC do B), Bernadete Menezes (PSOL) e Marcos Monteiro (PV), com 1%. O percentual de indecisos aumentou da pesquisa anterior para esta, somando 44% contra 26% do levantamento feito em julho.

Entre o público feminino, Ana Amélia Lemos tem 40% das intenções de voto. Paim e Rigotto aparecem com 38% neste mesmo segmento.

Entre os homens, o preferido é o candidato do PT, com 40%, seguido do representante do PMDB, com 39% e Ana Amélia, com 36%.

Quando o item é escolaridade, os candidatos do PMDB e do PT atingem seus maiores índices na faixa de eleitores com Ensino Superior, com 45% e 43%, respectivamente. A representante do PP obtém mais intenções de voto entre os eleitores da 5ª a 8ª séries do Ensino Fundamental, com 40%.

Na distribuição do eleitorado por renda familiar, Paim obtém seus melhores resultados na faixa de dois a cinco salários mínimos, com 45%, enquanto Rigotto aparece com 43% entre os eleitores de mais de cinco salários. Ana Amélia tem o mesmo índice nas faixas de dois a cinco e mais de cinco salários mínimos, com 40%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 3 e 5 de agosto. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.