Luciana Genro

Licença-maternidade e licença-paternidade

04 de agosto de 2010 12h08

Licença-maternidade de seis meses é muito justo, mas não seria necessário aumentar a licença-paternidade, que é só sete dias?

Afinal de contas, o pai precisa ajudar a mãe nessa jornada de seis meses de dedicação exclusiva ao bebê por mais do que sete dias!

Embora o homem não amamente, ele pode ajudar muito a mãe e garantir a ela e à criança mais atenção e carinho. As duas precisam!