Luciana Genro

Descontos aos funcionários de escolas estaduais

31 de agosto de 2010 11h13

Ontem, contei no Twitter a denúncia de uma funcionária da Escola Estadual Tancredo Neves, em Porto Alegre, sobre descontos de 400 a 700 reais nos contracheques. Perguntei se alguém sabia de outros casos e tive várias respostas positivas.

Nossa candidata a vice-governadora, a dirigente do Cpers/Sindicato Marliane dos Santos, também me mandou seu depoimento. Confiram:

“Esse desconto é mais uma das maldades do governo Yeda, revendo leis para tirar mais dos educadores, todos os funcionários que tiveram o difícil acesso pago em cima da parcela da Lei Brito foram descontados. Segundo o Jurídico do Cpers, dia 31 vai entrar uma folha suplementar. A ‘coragem de fazer’ da Yeda é retirar dos que já não tem mais o que tirar. Fora Yeda, contagem regressiva…”

O advogado do Cpers Rafael Pinheiro Machado Buchabqui também comentou o caso: “Entramos com medida judicial urgente para sustação desses descontos! Pena que o nosso Poder Judiciário não é dos mais confiáveis!”