Luciana Genro

Correio do Povo, 5 de agosto de 2010

05 de agosto de 2010 10h54

HPS fecha Cardiologia

O Hospital de Pronto Socorro (HPS) suspendeu as internações na Unidade de Cardiologia, por tempo indeterminado. Desde 30 de julho, o estabelecimento não interna pacientes na unidade devido à presença da bactéria acinetobacter, que infectou quatro dos seis pacientes internados na unidade.

O fato foi divulgado pela vereadora Fernanda Melchionna (PSol), ontem, na Câmara Municipal, e exigiu que a prefeitura restabeleça, o mais urgente possível, o atendimento. Esse tipo de bactéria é considerada inócua em pessoas saudáveis, mas nociva em pacientes debilitados no ambiente hospitalar. Há dois anos, um surto da acinetobacter colocou em alerta uma série de hospitais. De acordo com o diretor-geral do HPS, Júlio Ferreira, a suspensão no atendimento é uma medida preventiva. O diretor ainda afirmou que assistência no hospital segue normal, já que uma pequena ala está contaminada. A Unidade de Cardiologia passa por limpeza com água, sabão e álcool. Ainda não há previsão para a reabertura do setor.