Luciana Genro

Adão Oliveira, Jornal do Comércio, 2 de agosto de 2010

02 de agosto de 2010 08h22

Fidelidade

Pedro Ruas lembra que foi o único pedetista que renunciou ao cargo que tinha no governo petista de Olívio Dutra (1999-2002), quando em 2000, por conta de divergências na disputa pela prefeitura de Porto Alegre, o PDT rompeu com a administração petista no Estado. “Reivindico essa lembrança porque é parte importante da minha trajetória política”, observa Ruas, que era secretário estadual de Obras, ao lembrar o episódio que ocorreu há dez anos e foi tema de reportagem do Jornal do Comércio. Hoje no P-Sol, Ruas concorre ao Piratini.