Luciana Genro

Correio do Povo, 22 de julho de 2010

22 de julho de 2010 08h41

PSol avalia desempenho de Ruas

A coordenação de campanha do PSol reservou a agenda de ontem para avaliar internamente o desempenho do vereador Pedro Ruas, candidato do partido ao Palácio Piratini, nos debates e nas atividades eleitorais. As lideranças da sigla entendem que a participação de Ruas está sendo positiva até o momento.

Um dos motivos para a crença é a consolidação do discurso de que o PSol é a real alternativa de voto da esquerda. “Os demais partidos, como PT, PMDB e PSDB, apresentam propostas iguais”, afirmou a vereadora Fernanda Melchionna, coordenadora de campanha do PSol, comentando que as siglas defendem projetos de centro-direita. O segundo ponto de sustentação da avaliação positiva do desempenho de Ruas está vinculado ao questionamento da dívida do Estado com a União, eixo central do programa de governo da legenda. O PSol afirma que está conseguindo exemplificar ao eleitor que o dinheiro escoado no pagamento do passivo poderia ser investido em setores estratégicos como saúde, segurança e educação.

“O juro anual leva R$ 2,2 bilhões. Nós poderíamos construir 42 hospitais com essa verba”, disse Fernanda Melchionna. Hoje, Ruas participa, às 8h, de um ato em frente à Refap, em Canoas, contra as demissões da Petrobras. À tarde, às 14h, se reúne com o Sindicato da Polícia Civil do Rio Grande do Sul. O candidato irá entregar o plano de governo do PSol aos sindicalistas e ouvirá sugestões de políticas públicas.

TALINE OPPITZ

Reprodução

Na luta, aos 80 anos

Candidato do PSol ao Planalto, Plínio de Arruda Sampaio faz 80 anos na próxima segunda-feira. Para comemorar o aniversário, amigos e militantes estão organizando uma festa suprapartidária, sábado, em São Paulo. Na última passagem por Porto Alegre, Plínio esbanjou ânimo e vitalidade e mostrou que tem fôlego de sobra para encarar a campanha.