Luciana Genro

O novo da eleição

23 de março de 2010 09h16

Eu já falei sobre isso, mas não me canso de repetir: é um absurdo que o PP, o partido do escândalo no Detran que desviou mais de R$ 40 milhões dos cofres públicos e dos bolsos dos motoristas, seja a cobiçada noiva em disputa para as próximas eleições. Yeda (coerente pois ela beneficiou-se junto com eles da roubalheira), Lara e Beto – os dois que tentam se apresentar como novidade -, os três assediam o PP e chega até a oferecer “casamento de papel passado”, como diz o Beto hoje na ZH.  Não posso acreditar que a memória dos gaúchos seja tão curta , ou a condenscendência com a corrupção seja tão grande. Prefiro crer que são os políticos que querem que o povo esqueça, pois o PP é muito útil para quem quer chegar ao poder sem se preocupar com as companhias. É o partido com mais prefeituras pelos interiores (149) e acrescenta um bom tempo de tv. Cada dia fica mais claro que a única novidade nesta eleição vai ser Pedro Ruas. O novo é não se vender, e não comprar ninguém!