Luciana Genro

Relações escusas

23 de fevereiro de 2010 16h05

“Dirceu recebe de empresa por trás da Telebrás – Petista foi contratado por ao menos R$ 620 mil por empresa benefiada com reativação da estatal de telecomunicações”. A notícia é da FSP de hoje, e certamente será usada por aqueles contrários à reativação da Telebrás. Não é o nosso caso. Saudamos a volta da Telebrás, mas repudiamos as relações escusas que propiciam ganhos a agentes políticos às custas de negócios com o Estado. Esse fato é mais uma demonstração da prática política, que não é só petista, de aparelhamento do Estado e do uso das relações privilegiadas que agentes políticos estabelecem com agentes públicos. José Dirceu é campeão nessa área. Ficou rico usando suas relações com o governo para defender interesses privados. Outro caso exemplar é dos fundos de pensão, através do qual muitos petistas tornaram-se agentes do capital.