Luciana Genro

Correio do Povo, 28 de janeiro de 2010

28 de janeiro de 2010 07h36

Defendido estímulo ao transporte coletivo

Cunha (ao microfone) participou do Seminário A Cidade que o Mundo Precisa - Crédito: antônio sobral

O seminário A Cidade que o Mundo Precisa, atividade paralela ao Fórum Social Mundial, reuniu, ontem, representantes de diversos setores. O evento teve o objetivo de chamar a atenção da sociedade para a necessidade de se criar políticas públicas voltadas ao meio ambiente e à preservação. Organizado pelos vereadores Carlos Todeschini (PT) e Fernanda Melchionna (PSol), o encontro resultou em uma carta de intenções, que será encaminhada às autoridades.

A palestra do diretor-presidente da Trensurb, Marco Arildo Cunha, teve como tema o transporte de massa. Ele relatou os serviços prestados pela empresa na região Metropolitana de Porto Alegre. Destacou que a além de a tarifa ser a mais baixa do metrô brasileiro – a passagem mínima custa R$ 1,70 – o trem ainda possibilita mobilidade ampla. “Ainda temos no Brasil um número altíssimo de cidades que usam mais o transporte particular do que o coletivo. Somente São Paulo, Campinas e Curitiba contam com mais usuários do transporte coletivo do que o particular”, revelou Cunha.

Durante o encontro, Agenor Boff, representante da Tutto Transporti, apresentou um modelo de transporte coletivo, com um ônibus movido a hidrogênio, já utilizado na capital paulista. Os vereadores exibiram dados coletados na viagem feita a Copenhague, na Dinamarca, para a Conferência Climática.

Fernanda defendeu políticas públicas urgentes e discussões estratégicas em benefício de Porto Alegre. “Passamos da hora de pensar que outro mundo é possível e estamos no momento de dizer que outro mundo é necessário”, salientou.

A vereadora avaliou que faltam à Capital iniciativas que diminuam o uso de carros e incentivem o transporte coletivo. “É necessário criar linhas de metrô e melhorar a qualidade dos ônibus que circulam em Porto Alegre para que isso aconteça”, disse Fernanda.

Marco Arildo Cunha informou que, em função do 10 Fórum Social Mundial, a Trensurb montou vitrines especiais na biblioteca Livros sobre Trilhos, localizada na plataforma de embarque da estação Mercado. Estão expostos livros ligados aos temas tratados nas palestras, oficinas e seminários do evento.