Luciana Genro

Dia decisivo para os aposentados

04 de novembro de 2009 08h11

Resultado da mobilização dos aposentados em todo o Brasil, o presidente da Câmara colocou em pauta o projeto que garante o mesmo reajuste do salário mínimo para todos os aposentados. Essa desvinculação entre o reajuste do salário minimo e as aposentadorias e pensões aconteceu no governo FHC, quando começou um arrocho brutal aos aposentados que ganham acima de um salário mínimo. O resultado é que o cidadão se aposenta ganhando, por exemplo, cinco salários mínimos, e em poucos anos está ganhando a metade. Na época, o PT foi contra, como foi também contra o fator previdenciário que faz um corte significativo nos valores no momento em que o cidadão se aposenta. Ao longo dos quase oito anos do governo Lula, o PT mudou de lado e passou a defender esses mecanismos perversos. O único petista que segue defendendo o fim do fator e da desvinculação é o senador Paulo Paim. O governo Lula não quer votar as propostas pois tem medo da pressão dos aposentados sobre os parlamentares. Quem vai ousar votar contra às vésperas de um ano eleitoral? O governo vai jogar pesado para impedir a votação.