Luciana Genro

Zero Hora, 5 de outubro de 2009

05 de outubro de 2009 14h15

GOVERNO REPROVADO
Pesquisa Ibope mostra avaliação negativa de Yeda
Maioria dos entrevistados desaprova o desempenho da governadora e apoia seu afastamento

Pesquisa Ibope encomendada pelo Grupo RBS mostra que a maioria dos entrevistados avalia negativamente a administração e o desempenho da governadora Yeda Crusius e é a favor do seu impeachment.

Entre os entrevistados, 64% consideram o governo estadual ruim ou péssimo, enquanto 24% regular e 11% ótimo ou bom. Já o desempenho de Yeda é desaprovado por 74% dos entrevistados contra 19% dos que o aprovam. A reprovação de Yeda é menor no Interior (70%) em comparação com Porto Alegre (79%) e municípios da Grande Porto Alegre (81%).

Em relação às suspeitas de envolvimento de Yeda em desvio de recursos do Detran, 29% responderam que consideram as denúncias totalmente verdadeiras e 39% mais verdadeiras que falsas. Sobre o processo de impeachment que tramita na Assembleia Legislativa desde 10 de setembro, 84% afirmam que tem conhecimento sobre o fato, contra 16% que dizem não ter conhecimento.

A pesquisa também aponta que 62% são favoráveis ao impeachment, contra 22% que se dizem contra o afastamento da governadora. Entre os homens, 57% defendem o impeachment. Entre as mulheres, 68%.

O Ibope também avaliou o governo Lula entre os gaúchos. Consideram boa ou ótima a administração federal 59% dos pesquisados, enquanto que 33% a avaliam como regular e 8% como ruim ou péssima. Já o desempenho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva é aprovado, de acordo com o levantamento, por 78%, contra 15% que o desaprovam.

Os entrevistados dos municípios da Grande Porto Alegre são os que mais aprovam a forma como Lula vem administrando (86%). Na Capital são 79% e no Interior, 75%.

ROSANE DE OLIVEIRA

Música contra Yeda
Ganhou proporções de superevento o Ato Show pelo Fora Yeda, realizado ontem no estacionamento do Parque Marinha do Brasil, em Porto Alegre.

Com 10 atrações musicais num domingo de sol, o programa foi atraindo cada vez mais gente ao longo da tarde. No início da noite, durante a apresentação de Nei Lisboa, um engarrafamento já tomava as principais vias da região. Ouvia-se de longe tanto a música dos artistas quanto as palavras de ordem dos manifestantes, que gritavam “um, dois, três, Yeda no xadrez”.

Segundo a Brigada Militar, nenhuma ocorrência foi registrada durante o ato promovido pelo Comitê Estadual Fora Yeda – composto por entidades como Cpers e CUT e pelo movimento estudantil.