Luciana Genro

As roupas da vereadora

17 de setembro de 2009 15h07

A preocupação do vereador Tessaro em relação às roupas usadas pelas vereadoras é hilária, não fosse triste ver a mediocridade das preocupações do nobre edil.  É evidente que um vereador ou vereadora tem que vestir-se adequadamente, mas quem decide o que é adequado? Uma vereadora como a nossa Fernandinha, que tem 24 anos, foi eleita pela juventude e apresentou-se aos seus eleitores durante toda a campanha usando jens e camiseta deveria, ao chegar na Câmara Municipal, mudar totalmente e vestir-se como uma senhora?  Seus eleitores não sentiriam-se enganados ao terem votado em uma jovem despojada e depois depararem-se com uma “pati”?

Quando fui deputada estadual não só usava eventualmente jens e camiseta no Plenário (como uso até hoje na Câmara Federal), mas também derrubei a norma regimental que proibia a entrada de homens trajando bermudas no prédio da Assembleia. No caso, a discriminação era com os homens, mas não deixava de ser machista, pois as mulheres poderiam entrar até (ou de preferência?) de shorts, nenhuma proibição.

As roupas que cada um usa expressam também a  personalidade do indivíduo, e tentar uniformizar e impor padrões considerados “mais apropriados” é de um autoritarismo flagrante. E de uma evidente pobreza mental!