Luciana Genro

Rosane de Oliveira, Zero Hora, 17 de agosto de 2009

17 de agosto de 2009 10h10

Sem esforço

Letícia Heinzelmann, Divulgação

Letícia Heinzelmann, Divulgação

Ontem, enquanto o PSOL arrecadava assinaturas para lançar seu abaixo-assinado para pressionar o presidente da Assembleia, Ivar Pavan, a abrir o impeachment da governadora, uma eleitora se ajoelhou diante da deputada Luciana Genro. A mulher se ofereceu para ser o paralelepípedo para derrubar a governadora, em uma referência a uma charge de Marco Aurélio publicada em Zero Hora.

Luciana, o presidente do PSOL, Roberto Robaina, e os vereadores Pedro Ruas e Fernanda Melchionna auxiliaram o partido a coletar 1,5 mil assinaturas em duas horas de caminhada pelo Brique da Redenção.

– Era difícil abordar alguém que se negasse a assinar. A adesão foi imediata – diz Luciana.

A ideia do PSOL é, se necessário, coletar assinaturas até pelo menos o fim da CPI da Corrupção, que está prestes a ser instalada na Assembleia.