Luciana Genro

Absolvição de Palocci é desacato à honestidade

29 de agosto de 2009 21h06

Fernando Rodrigues na Folha de S. Paulo de sábado: ” Essa foi a lição ministrada pelo STF a caseiros, mordomos, secretárias, motoristas de poderosos: tomem cuidado. Suas palavras não valem nada. Terão efeito nulo se desejarem relatar alguma impostura. Todos vocês correm o risco de terem as suas vidas devassadas. Na justiça local prevalecerá a tradição lusitana, ibérica e obcecada por provas irrefutáveis e cabais para dar início a um processo.”

Pois é, a verdade dita pelo jornalista é cruel mas não é nova. Collor de Mello também foi absolvido pelo STF. A novidade é que nos tempos colloridos, o PT estava do lado dos que queriam cassá-lo. Agora, Palocci é do PT, Collor é amigão de Lula e Sarney foi absolvido com os votos petistas. A sensação de que a corrupção e a impunidade aumentaram não é ficção. Quando os que estavam de um lado passam para outro, a coisa piora. Mas a mensagem que o STF deseja transmitir não é verdadeira. Francenildos, suas palavras valem muito, não desistam, não se calem. É isso que eles querem, e não podemos deixar esta turma ganhar o jogo. O Brasil precisa de vocês. E o Rio Grande do Sul também. Há de ter um desses por aqui!!