Luciana Genro

Juremir Machado da Silva, Correio do Povo, 17 de julho de 2009

17 de julho de 2009 11h02

Xiitas e canibais

Apolítica é a arte de colocar rótulos negativos nos adversários. Houve um tempo em que a esquerda era especialista nesse tipo de operação. Depois, a direita foi para o ataque e, como tem mais espaços na mídia, impôs a sua retórica. O maior sofisma da direita foi espalhar que não existiam mais esquerda e direita, o que obviamente é um pensamento de direita. O interessante é que a direita denunciava o fim da divisão entre esquerda e direita ao mesmo tempo em que designava a esquerda como fator de atraso social. Os rótulos inventados pela direita que mais pegaram e desqualificaram as pessoas de esquerda foram ‘xiita’, ‘fundamentalista’, ‘radical’ e ‘fanático’. Tudo o que pode ser aplicado à direita.

Quem é mais perigoso para o Brasil: Heloísa Helena ou José Sarney? Quem fez mais mal ao mundo: Bové ou Bush? Quem foi mais radical: Dick Cheney ou Hugo Chávez? Quem é mais xiita: Pedro Ruas (PSol) ou Paulo Feijó (Dem)? Eu não tenho dúvida alguma. Bush era xiita, fundamentalista, radical e fanático. Paulo Feijó é o vice-governador mais xiita da história do Rio Grande do Sul e talvez do Brasil. Bem que a tucana Yeda Crusius merece. Quem é mais transparente e coerente: o PSDB de Yeda ou o PSol de Luciana Genro? Quem é mais xiita: Luciana ou Yeda? Mais uma vez, não hesito: Luciana Genro é um exemplo de coerência política e de republicanismo. Supera até Gabeira, que pisou em casca de banana e mandou uma filha passear no Havaí com passagem da Câmara dos Deputados.

O xiitismo neoliberal afundou o mundo na sua maior crise depois de 1929. O xiitismo de Yeda já conseguiu superar o de Antonio Brito. A tucana garante que está sendo vítima de uma campanha da oposição. Lair Ferst é da oposição? Marcelo Cavalcante era da oposição? Paulo Feijó é da oposição? Os mais de 20 secretários que abandonaram o barco ou foram defenestrados eram de oposição? A Polícia Federal e o Ministério Público são da oposição? As maracutaias no Detran nunca existiram? Foram uma mera invenção da oposição? Por que Yeda Crusius não processa aqueles que supostamente a ‘caluniam’? Tem muita coisa mal explicada nesse barraco todo. Muita retórica, pouca substância. A moderação costuma ser o melhor álibi do radicalismo. Nada mais radical do que um ‘moderado’.

O PT era radical. Hoje, é moderado. Ficou muito mais perigoso. Radicalmente mais fanático. Por cargos. Ganhou um jeito de PMDB, o mais xiita dos partidos brasileiros com verniz moderado. Quem é mais radical, xiita, fanático e fundamentalista: Renan Calheiros ou Eduardo Suplicy? Edmar do Castelo ou Maria do Rosário? Sérgio ‘Estou me Lixando’ ou Marta Suplicy? Os pontaleiros ou os ecologistas? Delfim Netto ou Guido Mantega? Mônica Leal ou Margarete Moraes? Olavo de Carvalho ou LFV? (aí a briga é braba). Marisa Abreu ou o Cpers? A revista Veja ou a Carta Capital? (outro empate técnico). A direita, além de xiita, radical, fanática e fundamentalista, é canibal. A ideologia da direita é dizer que não tem ideologia.