Luciana Genro

Rosane de Oliveira, Zero Hora, 28 de maio de 2009

28 de maio de 2009 21h35

Imunidade

Na defesa apresentada no Supremo Tribunal Federal por conta da ação movida pelo empresário Humberto Busnello, a deputada Luciana Genro (PSOL) invocou a imunidade parlamentar para não ter de responder pelo que disse numa entrevista em fevereiro. Na entrevista, ela e o vereador Pedro Ruas acusaram Busnello de ter repassado R$ 100 mil ao ex-secretário da Fazenda Aod Cunha, na campanha de 2006.

Busnello e Aod processaram Luciana e Ruas. O empreiteiro e o ex-secretário garantem que só se conheceram depois da posse.

Luciana indicou como testemunhas Lair Ferst, equivocadamente identificado como “ex-secretário da Fazenda”, o vice-governador Paulo Feijó, o deputado Onyx Lorenzoni, o ex-secretário de Governo de Canoas Francisco Fraga e André Zelmanovitz, identificado como “assessor do Exmo. vice-governador).