Luciana Genro

Vândalos adulteram cartazes do PSOL

17 de fevereiro de 2009 14h38
Crédito: Reprodução, CP

Crédito: Reprodução, CP

O jornal Correio do Povo do último sábado, 14, divulgou uma notícia sobre um crime que vem indignando os militantes do PSOL. Agentes ainda não-conhecidos estão sabotando cartazes espalhados pelas ruas da capital gaúcha com a frase ‘PSOL exige Fora Yeda’, cobrindo a palavra “fora” com uma tarja escrita “fica”, e deturpando o sentido da ação.

Como lembrou o jornal, o ato de vandalismo acontece “ao mesmo tempo em que a retirada dos outdoors da campanha dos sindicatos se dava na esfera legal”, numa referência à ação encabeçada pelo Cpers, que sofreu grave censura por parte do governo estadual, inclusive com intimidação às agências publicitárias responsáveis pelo desenvolvimento e pela veiculação das peças.

O presidente do PSOL no Rio Grande do Sul, Roberto Robaina, a deputada federal Luciana Genro e o vereador de Porto Alegre Pedro Ruas registraram ocorrência na 17ª DP. “Queremos que os autores das falsificações sejam identificados e respondam pelo crime”, explicou Robaina. A maior parte dos cartazes não foi adulterada.