Luciana Genro

Luciana Genro participa de reunião sobre Mina Guaíba com Fepam e secretaria do Meio Ambiente

01 de abril de 2019 18h02
A deputada Luciana Genro em reunião na Secretaria do Meio Ambiente com o deputado Edegar Pretto, a diretora-presidente da Fepam Marjorie Kaufmann e o secretário
Artur Lemos Júnior | Foto: Leandro Molina

A deputada estadual Luciana Genro, do PSOL, segue acompanhando o andamento da tentativa de implantação do projeto de exploração do carvão mineral da Mina Guaíba, em Eldorado do Sul, às margens do Rio Jacuí.

Nesta segunda, a deputada esteve reunida com o secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior, com o secretário adjunto, Paulo Pedro, e com a diretora-presidente da Fepam, Marjorie Kaufmann, outros deputados gaúchos e vereadores de Porto Alegre, como a vereadora Karen Santos, também do PSOL.

Artigo: Mina de carvão, perigo à vista

A deputada Luciana Genro e o deputado Edegar Pretto solicitaram esta reunião após receberem os produtores de arroz orgânico da área afetada pela construção da mina e também integrantes das famílias do Assentamento Apolônio de Carvalho.

Os parlamentares também já haviam solicitado ao MPF e ao MP a suspensão da tramitação deste projeto, reconhecido como extremamente impactante ao meio ambiente. Os deputados também solicitaram a realização de audiências públicas nas cidades afetadas não só com a instalação da mina em si, mas pelos danos ao meio ambiente já que o delta do Jacuí forma quase 90% das águas do Guaíba. A exigência dos parlamentares é para que as audiências ocorram em Porto Alegre, Triunfo, Canoas, Charqueadas e Eldorado do Sul.

“O governo está muito convencido da importância econômica do projeto, mas ainda não há nenhuma garantia de que o impacto ambiental que ele vai ter compensará esses possíveis ganhos econômicos futuros”, alerta a deputada Luciana Genro.

Além da preocupação ambiental, a deputada também alertou para a falta de definição de uma nova área para a realocação dos agricultores – considerados os segundos maiores produtores de arroz orgânico da região -, de uma indenização ou de uma solução definitiva para essas famílias se ocorrer a instalação da mina. A deputada também participou do pedido para a realização de uma audiência pública, já aprovada, via Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa.

“É preciso debater o projeto e analisar todos seus impactos para que não haja no RS tragédias como as registradas em Minas Gerais envolvendo a exploração e a destruição do meio ambiente”, destacou a deputada Luciana Genro.