Luciana Genro

Luciana Genro instala Frente dos Baixos Salários e leva demandas dos servidores ao governo Leite

10 de abril de 2019 15h57
Instalação da Frente dos Baixos Salários ocorreu no Salão Júlio de Castilhos | Foto: Juliana Almeida

A deputada estadual Luciana Genro, do PSOL, instalou a Frente Parlamentar em Defesa da Dignidade Salarial dos Servidores Estaduais com vencimento inicial abaixo do salário mínimo e apresentou as demandas da categoria ao secretário adjunto da Casa Civil, Bruno de Freitas.

A instalação da Frente aconteceu nesta quarta-feira (10/04), no Salão Julio de Castilhos, na Assembleia Legislativa. Em seguida, a deputada Luciana Genro, o atual coordenador da bancada do PSOL, Pedro Ruas, proponente da frente quando era deputado estadual, e os servidores participaram de uma reunião com o secretário adjunto, no Palácio Piratini.

“Sabemos que o governo Leite quer revisar o plano de carreira dos servidores e sabemos que estes que estão aqui são os que devem ter uma adequação e uma correção adequada nos seus salários. São muitos os responsáveis pela crise do Estado, mas certamente não são os servidores”, disse a deputada ao secretário, que garantiu levar para análise a situação dos servidores que hoje recebem um salário abaixo do mínimo.

Deputada Luciana Genro em reunião com o secretário adjunto da Casa Civil, Bruno de Freitas | Foto: Juliana Almeida

A Frente atuará pela incorporação ao salário da parcela autônoma hoje paga para que nenhum servidor receba abaixo do mínimo nacional. Com a incorporação, o valor passará a incidir sobre aposentadoria e benefícios. Hoje são pelo menos 1,5 mil servidores nesta situação.

A diretora do Sindicato dos Servidores Públicos (Sindsepe-RS) , Diva Luciana da Costa, também acompanhou a reunião com o secretário adjunto da Casa Civil. O vice-presidente do Sindsepe-RS, Rogério Viana, agradeceu o seguimento do trabalho da frente, iniciativa desenvolvida quando Pedro Ruas era deputado estadual.

Participaram do lançamento da Frente o chefe de gabinete do vereador Roberto Robaina, Etevaldo Teixeira, o coordenador-geral do Sindicato dos Servidores da Defensoria Pública do RS dos servidores da Defensoria Pública, Thomas Vieira, e a dirigente da Central Intersindical, Elizabete Mattos.