Luciana Genro

Defensoria Pública do RS inaugura comissão para tratar de inclusão e acessibilidade

04 de abril de 2019 14h10
Luciana Genro participou de seminário sobre Direitos Humanos, Diversidade e Inclusão da Defensoria Pública. | Foto: Samir Oliveira

A Defensoria Pública do Rio Grande do Sul inaugurou nesta quinta-feira (04/04) a Comissão Permanente de Acessibilidade e Inclusão. A cerimônia ocorreu durante o seminário Diversidade, Inclusão e Direitos Humanos, realizado pelo órgão em Porto Alegre. O evento contou com a presença da deputada estadual Luciana Genro (PSOL), uma das convidadas para a mesa de abertura.

“A Defensoria Pública é uma das instituições mais próximas do povo. A situação dos direitos humanos no Brasil é muito grave, por isso precisamos muito deste trabalho que vocês estão desenvolvendo para evitar retrocessos e conquistar avanços”, disse Luciana.

“Estamos diante de crimes de ódio que se repetem permanentemente”, disse Luciana. | Foto: Samir Oliveira

A deputada, que é presidente da Comissão Especial para Análise da Violência contra a População LGBT, citou a pesquisa mais recenete do Grupo Gay da Bahia (GGB), que aponta a morte de 420 LGBTs em 2018 no Brasil. “Estamos diante de crimes de ódio que se repetem permanentemente”, lamentou.

O defensor público-geral Cristiano Vieira Heerdt defendeu a qualificação de servidores e defensores para o atendimento à população. “Precisamos nos capacitar para melhor atender à população gaúcha e fornecer um atendimento humanizado. Nós, servidores públicos, temos a missão e o desafio de mostrar que o serviço público não é o causador dos males na sociedade”, disse.