Luciana Genro

Atraso no repasse de verbas afeta trabalhadores do hospital de Camaquã

15 de fevereiro de 2019 17h01
Comitiva de trabalhadores apresentou reivindicações para a deputada Luciana Genro | Foto: Juliana Almeida

Uma comitiva de trabalhadoras e trabalhadores do hospital Nossa Senhora Aparecida, de Camaquã, liderada pela dirigente do Sindisaúde – RS e técnica em enfermagem Lisete Teresa Bueno, apresentou suas reivindicações à deputada estadual Luciana Genro nesta sexta-feira (15/02).

A principal delas é o atraso no pagamento dos salários, do 13º e das férias, uma consequência da falta de repasses do governo do Estado ao hospital.

“É necessário que o governo encontre uma solução para resolver e não punir ainda mais os trabalhadores – que já sofrem com rotinas exaustivas – e a população, que também é afetada pelos serviços precários ou suspensos por falta de pagamento”, disse Luciana.

Lisete pontuou que o hospital, referência para oito municípios da região, está desde setembro do ano passado com 183 cirurgias eletivas suspensas e com os trabalhadores – 430 ao total – tendo que fazer malabarismos para pagar as contas do mês.

“Já solicitei uma reunião com a Secretária Estadual de Saúde, Arita Bergmann, para exigir a divulgação do calendário de repasses dos recursos ao hospital e assim garantir também o pagamento dos servidores. Além disso, contamos com o apoio do Sindisaúde, que vem acompanhando a situação dos hospitais do Estado e sempre nos informando sobre a demanda dos trabalhadores É preciso tratar a saúde como prioridade!”, concluiu a deputada.

Deputada solicitou uma reunião com a secretária estadual de saúde para tratar das demandas da comitiva. | Foto: Juliana Almeida