Luciana Genro

Mães se mobilizam para garantir fornecimento do leite Neocat LCP pelo Estado

11 de dezembro de 2018 16h04

As mães e as deputadas eleitas Luciana Genro e Fernanda Melchionna se reuniram com o secretário estadual da Saúde, Francisco Paz | Foto: Samir Oliveira

Um grupo de mães e pais de crianças com alergia à proteína do leite de vaca se mobilizou ao longo desta terça-feira (11/12) para garantir informações e cobrar o fornecimento adequado do leite especial Neocate LCP pelo governo gaúcho. Sem obter respostas do Estado sobre a falta do produto, as mães recorreram à deputada estadual eleita Luciana Genro (PSOL), que articulou reuniões com a primeira-drama Maria Helena Sartori e com o secretário estadual de Saúde, Francisco Paz. A deputada federal eleita Fernanda Melchionna (PSOL) também participou das reuniões.

 A primeira-dama e secretária do Desenvolvimento Social Maria Helena Sartori também recebeu o grupo | Foto: Samir Oliveira

Há muitas semanas as mães enfrentam dificuldades na retirada das latas de leite Neocate LCP junto à Farmácia do Estado. Não há disponibilidade do produto no estoque e sequer informações sobre quando será possível retirar o leite especial. Há casos de mães de Porto Alegre, Viamão e outros municípios que enfrentam o mesmo problema, recebendo sucessivas negativas nas portas das farmácias mantidas pelo Estado. A situação é grave, pois as crianças dependem do Neocate LCP para sua alimentação e cada lata do produto pode custar até R$ 270. Há casos em que os bebês necessitam de até 12 latas por mês.

Junto com Luciana Genro e Fernanda Melchionna, as mães encontraram a primeira-dama Maria Helena Sartori, que também é secretária do Desenvolvimento Social, e apresentaram a situação. Maria Helena prontamente acionou o secretário de Saúde, que recebeu o grupo também na tarde desta terça-feira (11/12).

As mães e as deputadas eleitas participaram de uma reunião com o secretário Francisco Paz e a coordenadora adjunta da Coordenação de Política da Assistência Farmacêutica, Simone Pacheco do Amaral. No encontro, foi explicado que as dificuldades financeiras do Estado fizeram com que o fornecimento do leite especial Neocate LCP sofresse um atraso.

Contudo, o secretário e Simone informaram que já existe uma solicitação de empenho tramitando na Contadoria e Auditoria-Geral do Estado (CAGE) – órgão vinculado à Secretaria da Fazenda – para que seja liberado o pagamento à empresa que fornece o produto. Eles garantiram que a tramitação deve ser concluída nos próximos dias e o leite especial Neocate LCP deve estar nas farmácias do Estado na segunda-feira (17/12).