Luciana Genro

Luciana Genro debate iniciativas de incentivo à prática esportiva e à diversidade com a direção do Sport Club Pampacats

08 de novembro de 2018 15h20

Luciana Genro se reuniu com David Reis, vice-presidente do Sport Club PampaCats

A deputada estadual eleita Luciana Genro (PSOL) se reuniu na manhã desta quinta-feira (08/11) com David Reis, vice-presidente de Controle e Gestão do Sport Club Pampacats, uma associação dedicada à prática esportiva entre a população LGBT. A entidade procurou Luciana para apresentar suas iniciativas e propor parcerias no incentivo ao esporte e na luta contra o preconceito.

O Pampacats conta com equipes de futebol masculino e feminino, de vôlei, de handball, de corrida e de jiu-jitsu. São mais de 300 pessoas que se organizam nas atividades promovidas pela associação, que participa de competições regionais e nacionais voltadas a equipes esportivas LGBTs, como a Copa Sul Gay de Futebol, a Champions LiGay e o Campeonato Nacional de Vôlei LGBT. Ao todo, existem cerca de 40 equipes esportivas LGBTs no país.

“Nosso objetivo não é apenas competitivo, mas de integração. Recebemos pessoas que participam dos jogos para aprender e acabam se integrando às equipes”, disse David. Ele frisou a importância do combate ao preconceito e relatou as iniciativas sociais em que o Pampacats se inclui, como o apoio às Paradas Livres e a parceria com bares LGBTs.

Luciana Genro colocou seu futuro mandato à disposição do grupo e dos demais times LGBTs do Rio Grande do Sul para a formulação de projetos de lei que incentivem a prática esportiva entre a comunidade LGBT. “O esporte é algo fundamental enquanto ferramenta de inclusão e de combate à violência, e vocês oferecem um espaço seguro para que a comunidade LGBT possa realizar práticas esportivas sem discriminação”, disse a deputada eleita.

Luciana é presidente do Emancipa, uma ONG de educação popular fundada por ela em 2011, que possui diversas iniciativas no Rio Grande do Sul, dentre elas uma casa comunitária no bairro Restinga, em Porto Alegre. “Nós desenvolvemos uma série de atividades culturais e esportivas no Emancipa Restinga, podemos inclusive pensar em uma parceria com o Pampacats para organizar uma equipe de futebol LGBT no bairro”, sugeriu.