Luciana Genro

A informação e o conhecimento venceram o ódio

26 de Abril de 2018 13h24

Por Luciana Genro

Recebi com muita alegria a notícia de que a professora Nice, de Novo Hamburgo, obteve uma vitória na Justiça contra aqueles que a caluniaram nas redes sociais e espalharam mentiras a seu respeito. A informação e o conhecimento venceram o ódio!

Cumprindo uma diretriz da Secretaria Estadual de Educação, a professora abordou o tema da violência contra as mulheres em sala de aula, com uma turma no 1º ano do Ensino Médio. Para isso utilizou materiais didáticos distribuídos pela ONU e levou aos alunos um discurso da atriz Emma Watson sobre igualdade de gênero.

Foi o suficiente para que uma pessoa mal intencionada, motivada por preconceito e falta de informação, começasse a espalhar no Facebook que a professora estaria “incentivando a homossexualidade e o adultério” e promovendo “ideologia de gênero” – algo que nem existe! O pior de tudo é que essas mentiras partiram do irmão de um aluno de Nice e acabaram tomando uma repercussão inacreditável, prejudicando a vida e a carreira dela.

Felizmente a própria Justiça reconheceu que Nice foi uma vítima destes tempos em que mentiras se espalham na velocidade de um clique. Agora a professora deverá ser ressarcida por aqueles que tanto lhe fizeram mal. E poderá voltar a fazer o bem a seus alunos de forma tranquila.

Novo Hamburgo e o Rio Grande do Sul precisam cada vez mais de professoras como a Nice. Falar sobre violência de gênero e preconceitos na escola é fundamental. Só assim vamos evitar que as crianças e jovens que reproduzem discursos violentos hoje transformem-se nos agressores de amanhã.