Luciana Genro

Luciana se compromete com programa da ONU para mulheres

28 de setembro de 2016 14h52
Representantes da ONU estão percorrendo seis capitais brasileiras com o projeto | Foto: Fernanda Piccolo/PSOL

Representantes da ONU estão percorrendo seis capitais brasileiras com o projeto | Foto: Fernanda Piccolo/PSOL

Única mulher na disputa eleitoral para a prefeitura de Porto Alegre, a candidata Luciana Genro assinou a carta-compromisso da Organização das Nações Unidas (ONU) pela igualdade de gênero. Em encontro nesta quarta-feira (28/09) com as representantes da ONU Mulheres no Brasil, Joana Chagas e Juliana Moura Bueno, ela assumiu o compromisso com a implantação de 12 medidas em seis áreas, visando atingir a paridade na participação de homens e mulheres em todos os setores da sociedade. O programa “Cidade 50-50”, desenvolvido pela ONU Mulheres nas eleições municipais do Brasil, está percorrendo seis capitais do país para buscar o comprometido dos candidatos com a causa. O programa também disponibiliza a plataforma online “Cidade 50-50: Todas e Todos pela Igualdade”, onde os eleitores podem pesquisar os candidatos que vão adotar o programa.

No encontro, Luciana informou que seu programa de governo para Porto Alegre contém capítulo específico para políticas públicas para mulheres. Ela ainda detalhou o programa “Dignidade de Mulher para Mulher”, que visa atacar o desemprego de mulheres chefes de família, promovendo qualificação e a inserção profissional complementada por renda temporária de um salário mínimo mediante a prestação de serviços para a prefeitura. “Precisamos criar ferramentas que possibilitem que as mulheres não fiquem atreladas ao serviço doméstico e possam ter renda e independência”, afirmou.

Ao final do encontro Luciana assinou o documento com os compromissos do programa “Cidade 50-50”, que faz alusão à meta de alcançar 50% de espaço e representatividade nas esferas sociais, trabalhistas e políticas para cada gênero. Luciana inclusive descontraiu com o nome. “Gostei muito desses números”, brincou.

Confira os itens do programa 50-50 assumidos por Luciana:

  • Governança e financiamento: trata sobre a gestão pública com perspectiva de gênero;
  • Empoderamento econômico: assegura que os talentos, habilidades e a experiência das mulheres possam ser desenvolvidas em sua plenitude;
  • Participação política: promove oportunidades e condições para que as mulheres participem da vida pública e da política das cidades em pé de igualdade com os homens;
  • Educação inclusiva: inclui temas relacionados à igualdade de gênero e raça na educação e no cotidiano social;
  • Enfrentamento à violência contra as mulheres: promove o fortalecimento da rede que atende mulheres em situação de violência, com qualidade e respeito, nos espaços públicos e privados;
  • Saúde: chama a atenção para a implementação de serviços municipais que garantam atendimento adequado às mulheres e meninas em sua diversidade.