Luciana Genro

Fórum de Segurança Pública recebe propostas de Luciana Genro para a área

25 de agosto de 2016 14h50

Luciana entregou íntegra do plano de governo aos sindicatos. | Foto: Alvaro Andrade/PSOL

O Fórum de servidores da segurança pública, que reúne policiais militares de nível médio, oficiais da Brigada Militar, agentes penitenciários, peritos, policiais civis e bombeiros militares, conheceu as propostas da candidata Luciana Genro, da coligação “É a vez da Mudança” (PSOL, PPL, PCB), na manhã desta quinta-feira (25/08). Ela foi ao encontro acompanhada do presidente municipal do PSOL e candidato a vereador, Roberto Robaina, além da vereadora e candidata à reeleição, Fernanda Melchionna e Alex Caiel, também candidato a vereador, vinculado aos servidores da área da segurança.  O vice de Luciana, Pedro Ruas, passou na reunião, mas saiu mais cedo para atividades do mandato de deputado estadual.

No encontro predominou o entendimento de que, embora a responsabilidade prioritária seja do estado, a prefeitura também precisa assumir parcela importante na atuação ostensiva e preventiva da segurança pública. “Sabemos que o governo Sartori não tem dinheiro nem plano estratégico para a área. Operações policiais e presença nas ruas é o básico a ser feito. Precisamos avançar com a integração da Guarda Municipal e o atendimento social em uma rede de proteção à mulher e família”, afirmou Cláudio Wohlfahrt, da Ugeirm Sindicato, que representa os policiais civis. Neiva Carla, também da Ugeirm, enfatizou que a segurança pública “precisa ser levada à periferia e transformada em direito ao cidadão, que hoje só a percebe como repressão nos bairros mais pobres”.

Já Leonel Lucas, da associação que representa os cabos e soldados da Brigada Militar, valorizou que Luciana esteja dialogando e ouvindo a base da segurança pública para compor a política a ser adotada em Porto Alegre. “Sabemos que só tem uma saída para capital, que é vocês vencerem a eleição”, declarou.

Entidades saudaram diálogo de Luciana com o setor | Foto: Alvaro Andrade/PSOL

Entidades saudaram diálogo de Luciana com o setor | Foto: Alvaro Andrade/PSOL

Outros temas abordados pelos integrantes do Fórum de Segurança Pública foram a necessidade de revitalizar o Centro, com mais limpeza, iluminação e presença ostensiva para aumentar a sensação de segurança, e fazer com que as pessoas retomem o convívio nas ruas.

A candidata Luciana Genro destacou que o PSOL lidera as pesquisas justamente pelo acúmulo de conhecimento na construção programática com entidades e setores da sociedade civil. “Queremos uma política transversal de atuação para a segurança, atuando na educação, na cultura e redefinindo o papel da Guarda Municipal, aproximando-a da comunidade e em interlocução constante com a Brigada Militar a Polícia Civil, especialmente na prevenção e na inteligência”. Luciana ainda detalhou a ideia da “Balada Segura de Verdade”, com expansão da atuação nas noites de blitze para uma presença efetiva dos agentes públicos nos bairros onde se desenrolarem as ações. Ela ainda defendeu a incorporação da estrutura da EPTC em uma rede de segurança viária, transformando o órgão em parceiro na observação e análise da segurança da cidade.

Participaram do encontro representantes da AMAPERGS (Sindicato dos Agentes Penitenciários), UGEIRM (Sindicato dos Agentes da Polícia Civil), ASSTBM (Sargentos e Tenentes da Brigada Militar), ABAMF (Cabos e Soldados da Brigada Militar), AOFRGS (Associação dos Oficiais Tenentes da Brigada Militar) e ABERGS (Bombeiros Militares).