Luciana Genro

Em Porto Alegre, Luciana Genro participa de caminhada e propõe cassar concessões de mídia que estão nas mãos de políticos

22 de setembro de 2014 19h23

Por Redação #Equipe50

Crédito: Divulgação PSOL

Crédito: Divulgação PSOL

Nesta segunda-feira (22), a candidata do PSOL à Presidência da República, Luciana Genro, participou de uma caminhada com a militância na Rua dos Andradas, no Centro de Porto Alegre. Acompanhada do candidato da Frente de Esquerda ao governo do RS, Roberto Robaina (PSOL) e de candidatos a deputado, Luciana dialogou com eleitores, posou para fotos e defendeu propostas do partido.

Em entrevista à imprensa, a presidenciável propôs a ação do Estado para democratizar a mídia e combater abusos de grupos midiáticos que violam a Constituição. “Nós precisamos de uma comunicação mais plural, que tenha espaço para todos os diferentes matizes políticos e as diferentes expressões da sociedade civil. E é isso que vamos buscar, inclusive revendo concessões que estejam clandestinamente nas mãos de políticos, algo que é muito comum e proibido pela Constituição”, disse a candidata.

Crédito: Divulgação PSOL

Crédito: Divulgação PSOL

Luciana também disse que sente nas ruas o aumento do apoio dos eleitores a suas propostas e destacou a importância de todos os que defendem essas ideias votarem no PSOL. “É isso que eu tenho sentido: que as pessoas percebem que o voto útil é o voto no melhor candidato. A grande votação que o PSOL precisa ter, tanto na eleição presidencial como para governador e deputado, é fundamental para as bandeiras que defendemos, como a taxação das grandes fortunas, mais imposto para os milionários e para os bancos, o direito à livre orientação sexual, o combate à homofobia e tantas outras coisas que temos pautado nessa campanha, e que sairão mais fortes à medida que o PSOL tenha uma grande votação”, explicou a presidenciável.

Após a caminhada, Luciana concedeu entrevistas a veículos locais de imprensa.

Agenda

Nesta terça-feira (23), a candidata estará em São Paulo, onde gravará entrevistas, lançará o Plano de Governo do PSOL e participará de um debate sobre o protagonismo das mulheres.