Luciana Genro

Luciana Genro assume programa de esporte organizado por Juca Kfouri

24 de julho de 2014 18h29

Por Redação #Equipe50

Crédito: Divulgação PSOL

Crédito: Divulgação PSOL

A candidata do PSOL à Presidência da República, Luciana Genro, irá defender o conteúdo do programa de esportes, elaborado por uma série de especialistas e atletas brasileiros, organizado por Juca Kfouri. Luciana Genro encontrou-se com o jornalista esportivo, em São Paulo, hoje, dia 24 de julho, para discutir as transformações do esporte a serem defendidas por sua candidatura ao Palácio do Planalto, em companhia de Mauricio Costa, membro da Coordenação de Campanha.

Juca Kfouri foi um dos organizadores da plataforma para o Ministério dos Esportes entregue a Lula, dias antes da posse do primeiro mandato, em janeiro de 2003. O projeto nunca foi implementado pelas gestões de Agnelo Queiroz, Orlando Silva e Aldo Rebelo, à frente do ministério.

Após doze anos, a plataforma segue atual e tem como eixo estruturante a democratização do acesso ao esporte em todo o país. “Costumo dizer que o Ministério da Saúde é o ministério da doença, em que não se trata da prevenção. Há um dado da OMS (Organização Mundial da Saúde) que diz que a cada dólar investido em esporte, se economiza três em saúde. Para isso é necessário democratizar e dar acesso à população ao esporte, em parceria com a sociedade”, apresentou Kfouri. Para o jornalista, autor de um dos blogues mais lidos do jornalismo esportivo nacional, as escolas, estacionamentos, parques e qualquer espaço que possa se adequar à prática esportiva deve ser utilizado.

O principal entrave, na avaliação de Kfouri, para que as transformações no esporte se realizem plenamente é o papel dos dirigentes do esporte nacional, em especial os “cartolas” do futebol. Houve convergência no diálogo no que tange à oportunidade de se adotar as reivindicações do Bom Senso Futebol Clube, o movimento que reúne os jogadores de futebol profissional do Brasil. Os atletas não querem que o governo brasileiro perdoe as dívidas dos clubes sem a democratização da Confederação Brasileira de Futebol, tampouco isente a responsabilidade dos dirigentes por essas dívidas, na votação do projeto de Lei de Responsabilidade Fiscal dos clubes brasileiros.

Os megaeventos no Brasil, como a Copa do Mundo e as Olímpiadas, também foram debatidos. “Olimpíadas não é o primeiro passo para a formação de atletas, ela coroa os países que investem nessa formação”, explicou o jornalista.

Luciana Genro agradeceu a colaboração para o programa de governo e aceitou a sugestão de Juca Kfouri, publicada em sua coluna na Folha de São Paulo de hoje. “Caso seja eleita, vou convidar o jogador Paulo André para assumir o Ministério dos Esportes para que o programa de vamos apresentar à sociedade seja implementado”, afirmou a presidenciável do PSOL.

Juca Kfouri

Juca Kfouri é um dos mais respeitados jornalistas brasileiros, em uma carreira de mais de 40 anos. Dirigiu a revista Placar nos anos 1980, notabilizando-se por uma série de reportagens que desmantelou o esquema da loteria esportiva em 1982. Nos anos 1990, comandou a revista Playboy, retornando ao jornalismo esportivo na segunda metade dessa década. Kfouri é uma das vozes críticas mais relevantes do Brasil na crítica ao modelo antidemocrático de gestão da Confederação Brasileira de Futebol e da FIFA.