Luciana Genro

Fifa, volte pra casa!

07 de julho de 2014 22h08

Por Redação #Equipe50

No fim da tarde de hoje, foi preso no Copacabana Palace o CEO da Match, Raymond Whelan. A Match é uma prestadora de serviços da FIFA, empresa responsável pelo fornecimento dos ingressos e pela acomodação dos atletas da competição. Raymond Whelan é acusado de ser chefe da quadrilha de cambistas que, segundo autoridades policiais, faturava cerca de 1 milhão de reais por jogo.

No país que possui a quarta maior população carcerária do mundo e com absoluta predominância entre os setores mais pobres do povo, a prisão do executivo tem que ser reconhecida. Alguns cronistas esportivos sabiamente já apontam esse fato como o maior legado da Copa. A detenção de um corrupto com ligação direta com a cúpula da FIFA pode desencadear uma série de revelações sobre uma das organizações mais poderosas do mundo.

É importante ressaltar que a Match possui vínculo publicamente reconhecido com a Infront, empresa de Phillipe Blatter, cujo sobrenome dispensa maiores apresentações: trata-se do sobrinho do todo poderoso da FIFA. Fica difícil crer que Raymond Whelan é o maior peixe desse cardume. FIFA, volte para casa!

20140707-164833-60513989(1)