Luciana Genro

Luciana Genro reivindica “cobertura justa” em visita ao Estadão e à Folha

29 de junho de 2014 13h04

Redação #Equipe50

A candidata à Presidência da República pelo PSOL, Luciana Genro, visitou as redações dos jornais Estado e Folha de São Paulo, na última terça-feira, dia 24 de junho. A pauta dos encontros foi a apresentação das diretrizes programáticas da candidatura ao Palácio do Planalto e a cobertura que os veículos farão do processo eleitoral. Luciana Genro esteve acompanhada por uma das coordenadoras de Campanha, Mariana Riscali, e pelo assessor de Imprensa, Rodolfo Mohr.

Visita Estadão - Rodolfo Mohr - 24jun2014

Conversando com os jornalistas do Estadão.

Nas reuniões, Luciana Genro dedicou-se a apresentar temas que pautarão sua campanha, ainda tidas como polêmicas pela sociedade brasileira. Pautas como a taxação das grandes fortunas, a auditoria da dívida pública, descriminalização da maconha, a discussão sobre a reforma das polícias, os direitos LGBTs e das mulheres terão prioridade na agenda política da candidata. “Muitas pautas ainda são tratadas com preconceito pela sociedade e pela imprensa. Queremos abrir um debate franco sobre como um futuro governo federal do PSOL irá encarar a falida política de guerra às drogas, que se converteu em uma guerra aos pobres” exemplificou Luciana Genro.

A candidata do PSOL reivindicou uma cobertura justa do processo eleitoral e criticou o modelo de cobertura das eleições, que apresenta a ideia de que são apenas três candidaturas. “Criou-se um sistema que não dá espaço às candidaturas que pontuam menos nas pesquisas e ao serem pouco conhecidas seguem sendo pouco mencionadas pelos eleitores. Queremos apenas justiça e mais equilíbrio na cobertura dos jornais” disse Luciana Genro.

Luciana com seus assessores em visita à Folha.

Luciana com seus assessores em visita à Folha.

O editor, Conrado Corsalette, e o editor assistente, Iuri Pitta, receberam a ex-deputada federal e sua equipe em nome do Estado de São Paulo. Os jornalistas afirmaram que o Estadão, como o jornal é conhecido, buscará dar mais equilíbrio à cobertura, com critérios menos rígidos que os da televisão, e demonstraram interesse na cobertura da candidatura de Luciana Genro, que apresentará posições tidas como polêmicas, como a descriminalização da maconha, os direitos LGBTs e das mulheres. A grande novidade do Estadão na cobertura eleitoral será a realização do tradicional debate com a TV Cultura, que este ano terá o YouTube como parceiro. A data do debate será dia 22 de setembro. Pela primeira vez o Youtube irá participar da organização de um debate presidencial no Brasil.

No encontro com a Folha de São Paulo, Luciana Genro foi recebida por Maria Cristina Frias, editora da coluna Mercado Aberto, Sérgio Dávila, editor executivo, Ricardo Balthazar, editor do Poder, e Bernardo Mello Franco, editor do Painel. As jornadas de junho, as vitórias dos movimentos, os desdobramentos um ano depois, o filme Junho produzido pela Folha e as pautas das ruas foram temas abordados pelos jornalistas. Os editores da Folha informaram que a cobertura será pautada nas três candidaturas com melhor pontuação no Ibope.

Luciana sendo entrevistada por Bruno Torturra.

Luciana sendo entrevistada por Bruno Torturra.

A candidatura de Luciana Genro está em constante diálogo com a mídia independente. No mesmo dia 24 de junho, à noite, concedeu entrevista com quase duas horas de duração ao jornalista Bruno Torturra, para seu novo projeto, o Fluxo. Diversos sites, veículos impressos, TVs e rádios comunitárias, jornais laboratórios e outras experiências de mídia, serão priorizadas na difusão da plataforma de campanha e na discussão de um projeto de esquerda e democrático para o Brasil. Todos os interessados em entrevistar Luciana Genro e ter mais detalhes da campanha pode entrar em contato pelo e-mail imprensa@lucianagenro.com.br.