Luciana Genro

INFORME DIRETO DA GRÉCIA

08 de novembro de 2012 11h06

Traduzo para todos o informe que acabo de receber direto da Grécia, dos companheiros da Syriza, sobre a luta em curso!

 

Hoje à noite, e depois de um “processo expresso” completamente anti-constitucional , que durou menos de 24 horas, o Parlamento grego votou a favor das novas medidas de  austeridade  prescritas nos 800 páginas (!) Do Memorando (3 cortes de 13,5 mil milhões de euros ).

 

O segundo dia da greve geral de 48 horas dos sindicatos chegou ao  seu momento de ápice hoje,  ( ontem) depois de 17h00, hora local, quando mais de 100.000 manifestantes se reuniram na Praça Syntagma e cercaram o Parlamento.

(Veja fotos aqui: http://www.left.gr/article.php?id=12287)

 

A chuva forte não impediu os cidadãos de Atenas de se juntar à manifestação.

 

Durante a manifestação, os 71 deputados da SYRIZA USF temporariamente deixaram  a sala do Parlamento, segurando uma bandeira com o slogan “Vocês destruíram o país! Saiam  agora!” e se juntaram  aos manifestantes na praça.

(Veja fotos aqui: http://www.left.gr/article.php?id=12361)

 

Mas a polícia de choque fez todo o possível para “limpar” a praça antes do momento da votação final:

Canhões de água (primeira vez que eles eram usados ​​na Grécia), granadas de efeito moral e uso extensivo de gás lacrimogêneo.

 

No total, foram mais de 100 prisões e pelo menos cinco manifestantes feridos.

 

O processo de votação terminou por volta 12:30 hora local. O 3º  Memorando  foi ratificado.

 

Deputados que votaram: 299/300

Ausente: 1/300 (Kostas Skandalidis, membro da liderança do PASOK)

 

Sendo que  1  MP estava ausente e 299 votaram no total, o governo precisava de uma maioria de 150/299 em vez dos habituais 151/300.

 

RESULTADOS:

 

A favor: 153/299

126 da Nova Democracia

27 PASOK

 

Contra: 128/299

71 SYRIZA USF

20 gregos Independentes

18 Aurora Dourada

12 KKE – Partido Comunista

3 Esquerda Democrática (contra a posição oficial do seu partido)

2 PASOK (contra a posição oficial do seu partido)

3 independentes

 

Voto em branco (“presente”): 18/299

13 Esquerda Democrática  (a posição oficial do partido)

3 PASOK (contra a posição oficial do seu partido)

1 Nova Democracia (contra a posição oficial do seu partido)

 

Ausente: 1/300 (de propósito, contra a posição oficial do seu partido, o PASOK)

 

Imediatamente após o anúncio do resultado, os líderes da Nova Democracia (Sr. Samaras) e do PASOK (Sr. Venizelos) expulsaram sete deputados de seus Grupos Parlamentares, para não votar a favor das medidas (6 de PASOK e 1 da Nova Democracia).

A batalha continua com a próxima votação crucial, no domingo (11/11): Orçamento de 2013.

Até domingo, haverá manifestações consecutivas em todo o país.

Yiannis Bournous

CPC of Synaspismos/ Syriza

Head Responsible of the European Policy Dpt.