Luciana Genro

I Encontro Nacional do Juntos!

20 de julho de 2011 11h55

Por Paola Rodrigues, Estudante de jornalismo e militante do Juntos! e Mariana Riscali, Direção Nacional do Juntos!


Com objetivo de proporcionar um verdadeiro e amplo espaço de debate sobre a nova conjuntura mundial que estamos vivendo e evidenciar o protagonismo da juventude nas mais recentes mobilizações do norte da África, da Europa e de alguns países da America Latina, aconteceu, durante o 52° Congresso da União Nacional dos Estudantes, o I Encontro Nacional do Juntos!, reunindo mais de 400 do Brasil.

Jovens de vários estados do país, estudantes de 25 universidades, secundaristas, professores e militantes da educação e dos movimentos sociais formam, a partir do dia 15 de Julho, o retrato da mais nova organização da juventude brasileira. Com a fundação do Juntos! Juventude em luta nasce para o mundo uma juventude aguerrida e forte, que ha tempos vem travando, no seu dia-a-dia, uma serie de lutas, inseridas nesse contexto de transformação mundial.

Em São Paulo, a luta contra o aumento da passagem foi a primeira manifestação pública em que os jovens do Juntos! saíram para as ruas, reunindo mais de 5 mil estudantes. No Rio Grande do Sul, a condenação da Reitora, Miriam da Costa Silveira, da UFCSPA – Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre -, uma das melhores universidades do país, foi palco de uma das principais atuações do Juntos!, e no Pará, os possíveis impactos ambientais e a consequente dizimação de famílias ribeirinhas, que ocorreriam com a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, mostrou a necessidade do surgimento de uma juventude organizada que se colocasse ao lado dessas populações e dos ambientalistas.

É importante lembrar que todos esses acontecimentos pontuais que vem se perpetuando de norte ao sul do Brasil estão acompanhados de outros fatos que, a nível nacional e mundial, evidenciam o cenário devastador que o mundo enfrenta na contemporaneidade. A decadência do sistema capitalista fica visível no momento em que o Brasil corta grande parte das verbas sociais para a saúde e educação no governo Dilma, aparece o Caso Palocci, cai o ministro dos Transportes, aprova-se as mudanças que dão luz ao Novo Código (anti)Florestal e suspende-se o kit anti-homofobia. Nas outras partes do mundo, a esperança de um novo tempo é anunciada quando as ruas são tomadas pelos egípcios, os espanhóis se indignam em praça publica, os chilenos reivindicam melhorias na educação e gregos se voltam contra um plano de austeridade.

Mas essas lutas, que norteiam o principal eixo de existência dos Juntos!, revelam também que não são somente os estudantes universitários que fazem parte dessa juventude de luta, mas também os secundaristas do Brasil inteiro, a rede Emancipa de SP, RS e PA, professores da rede pública de ensino, os indignados pela construção da usina de Belo Monte, os independentes da Marcha da Liberdade e as mulheres da Marcha das Vadias.

O I Encontro Nacional do Juntos! representou a consolidação dessa nova alternativa, em um espaço de ricas discussões políticas e de organização da juventude de norte a sul do país. O Encontro se iniciou com uma mesa de abertura, A situação política no Brasil e no Mundo e o lugar da Juventude, com a presença de Israel Dutra, da Direção Nacional do Juntos! e da Direção Nacional do PSOL, Fernanda Melchionna, vereadora pelo PSOL de Porto Alegre, e do Sargento Félix, bombeiro presente na greve e nas lutas da categoria do Rio de Janeiro.

Na parte da tarde aconteceu um Painel de Apresentação da Rede Emancipa de Cursinhos Populares, que contou com a presença de representantes da Rede, entre professores, coordenadores e alunos. Em seguida, os Grupos de Discussão reuniram os participantes para debaterem e elaborarem propostas cinco temas centrais para a atuação do Juntos!: Conjuntura, Educação e Movimento Estudantil, Meio Ambiente, Internet e Redes Sociais e Opressões.

A volta dos Grupos de Discussão foi seguida pela mesa: Socialismo é Liberdade, um outro mundo é possível, com Maurício Costa, Diretor Geral do Jornal Juntos! e membro da Direção Nacional do PSOL , e Roberto Robaina, da Direção Nacional do PSOL.

No encerramento, uma Plenária Final onde foram aprovados o Manifesto de Goiânia, com eixos de atuação do Juntos!, e um calendário de lutas para o próximo período, com grande destaque para o Acampamento Mundial do dia 15 de Outubro. Foi votada também uma Direção Nacional do Juntos!, com representatividade nacional e dos diferentes trabalhos e setores de atuação do movimento.

Este encontro e a fundação do Juntos! como um movimento de juventude ampla, que se unifica em sua diversidade de lutadores e lutadoras, de universidades, cursinhos, escolas e movimentos de todo o país, significa o importante fortalecimento de uma política de construção de uma alternativa para a juventude combativa, em uma nova situação que se abre no Brasil e no Mundo. E o Juntos! consolida-se neste momento como essa alternativa, organizando centenas de jovens em nosso país, por uma perspectiva de mudança. Venha lutar conosco!

Fonte: http://juntos.org.br