Luciana Genro

Pedro Ruas defende elegibilidade de Luciana

07 de outubro de 2010 08h05

Confira o pronunciamento realizado pelo vereador Pedro Ruas nesta quarta-feira, 6, na tribuna da Câmara Municipal de Porto Alegre:

Crédito: Elson Sempé Pedroso, CMPA

Eu quero me referir à deputada Luciana Genro, nossa companheira, nossa líder, e que, por uma questão natural de eleições, perde o mandato que tinha. Mas há uma penalidade em cima disso, e é com essa penalidade que nós, vereadora Fernanda Melchionna, eu e Vossa Excelência, e muitas pessoas, vereadora Juliana Brizola, não se conformam. A deputada Luciana Genro, é verdade, não exercerá o mandato de deputada federal, porque não atingimos, em termos de PSOL, o coeficiente necessário. É uma realidade. Mas a penalização da deputada de não poder concorrer à vereadora, à prefeita e, se [Tarso Genro] for reeleito governador, ficar oito anos sem concorrer é uma cassação inaceitável!

Nós, do PSOL, vamo-nos mobilizar contra isso, vamos lutar contra isso, vamos fazer campanha, exigir modificações numa legislação que, em tese, é positiva, é boa, mas que não pode servir para o absurdo! Como nenhuma lei! Ela tem que coibir, proibir, impedir, de fato, o que ela pretende, mas ela não pode chegar ao absurdo! E nesse caso concreto da deputada Luciana Genro, da militante, da cidadã Luciana Genro, chega-se a esse absurdo no Rio Grande do Sul: uma cassação que já é de quatro anos, que pode chegar a oito, numa situação, para todos nós inaceitável! Então, essa é uma comunicação que faço em nome da Liderança do PSOL. Mas tenho certeza, pelas manifestações que já recebemos de diversos partidos, que não é uma posição somente do PSOL; é uma posição da cidadania gaúcha, que, concordando ou não, política e ideologicamente, com a deputada federal Luciana Genro, reconhece nela méritos suficientes, condições suficientes e direitos inequívocos de poder continuar fazendo política, votando e sendo votada, na mesma condição que todos nós temos.

Por isso, essa posição do PSOL é firme, é de enfrentamento, mas é também de agradecimento, porque temos recebido solidariedade dos mais diversos setores e segmentos. Agradecemos e prometemos que a nossa parte nós faremos. Muito obrigado!

Pedro Ruas