Luciana Genro

Começa a propaganda eleitoral em rádio e TV

17 de agosto de 2010 09h29

A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão para os candidatos a presidente, governador, senador, deputado federal e estadual começa nesta terça-feira, 17, estendendo-se até o dia 30 de setembro, às vésperas do dia 3 de outubro, quando será encerrado o primeiro turno da eleição de 2010.

Os programas de rádio vão ao ar das 7h às 7h50min e das 12h às 12h50min. As propagandas dos postulantes à Presidência e às vagas de deputado federal serão exibidas às terças, quintas e aos sábados. Já para os cargos de governador, senador e deputado estadual, as veiculações irão ocorrer às segundas, quartas e sextas. Na televisão, terá também cem minutos, divididos em dois blocos de 50 minutos cada, que serão veiculados de segunda a sábado, das 13h às 13h50min e das 20h30min às 21h20min. A veiculação pelas emissoras é obrigatória de segunda a sábado.

A propaganda eleitoral gratuita também inclui as inserções padronizadas de 30 segundos que serão distribuídas proporcionalmente nos intervalos comerciais de rádio e televisão. Elas serão apresentadas diariamente, inclusive aos domingos, entre 8h e meia-noite.

Apesar dos cem minutos destinados à propaganda eleitoral, nossa democracia falaciosa entrega mais da matade do tempo aos candidatos das grandes coligações, em que se incluem PT/PMDB e PSDB/DEM, constituídas justamente com esse objetivo e não por questões programáticas. Sozinho na disputa, o candidato do PSOL à Presidência, Plínio de Arruda Sampaio, terá apenas 1m1s94, e 14s86 de inserções diárias.

No Rio Grande do Sul, a situação é ainda mais discrepante. Nosso candidato, Pedro Ruas, terá 45s8, e 15s2 de inserções diárias. Apesar da diferença nos tempos e no dinheiro envolvido, nosso programa será modesto, mas um breve e autêntico recado dos candidatos. Todos falam sem ler o texto. Porque é de verdade!