Luciana Genro

Presidente do PSOL/RN recebe ameaça de morte

09 de junho de 2010 13h33

Na manhã desta terça-feira, 8, o presidente estadual do PSOL/RN, Sandro Pimentel, recebeu uma carta onde contém ameaça de morte programada para o dia 12 de junho, data da convenção estadual do PSOL.

A carta relata que seria simulado um assalto no trânsito e que o pistoleito é de Recife. Ele teria recebido R$ 5.000,00 (cinco mil reais) de um total de R$ 10.000,00 (dez mil reais), pagos por uma pessoal nominada como Tiago.

Na manhã desta quarta-feira, Sandro Pimentel foi recebido pelo Dr. Cristóvão Praxedes, Secretário de Segurança Pública e da Defesa Social do Governo do RN para tratar exclusivamente sobre o assunto. O secretário assumiu o compromisso de que as medidas cabíveis serão tomadas e que hoje ainda, estaria despachando sobre os pedidos formulados no ofício entregue em mãos ao secretário.

O ofício solicita imediata abertura de processo de investigação, análise pericial da carta e punição aos eventuais criminosos, como também solicita proteção policial ao nosso pré-candidato e presidente estadual do partido.

Pimentel tem afirmado que se a intenção da ameaça é lhe intimidar politicamente, de nada vai adiantar, pois a postura do PSOL de combater intransigentemente a corrupção no RN e em algumas cidades do estado, se manterá inalterada. Sandro falou: “isso não nos intimida, vamos continuar com a mesma postura política, o PSOL é formado por um conjunto de militantes, portanto, se morre um, os outros continuarão. Só queremos que os fatos sejam esclarecidos e que se existem criminosos, sejam presos e se tiverem mandados, que sejam cassados imediatamente”.

O PSOL/RN lamenta o fato e acredita que não haja qualquer envolvimento relacionado a pré-candidatura do companheiro Sandro Pimentel, o que seria algo muito grave, preocupante e comprometedor do estado democrático de direito.


Edson Lima
Secretário de Comunicação e Marketing do PSOL/RN